1/20/2016 0h0
CONSTRUÇÃO CIVIL
Os trabalhadores da construção civil desempregados terão à sua disposição ações de orientação e capacitação
E-mail

Os trabalhadores da construção civil desempregados ou que integrarem o Programa de Proteção ao Emprego terão à sua disposição ações de orientação e capacitação profissional. Este é o escopo do Protocolo de Intenções firmado entre o SindusCon-SP (Sindicato da Construção) e o Sintracon-SP (Sindicato dos Trabalhadores da capital paulista), e que contará com a futura contribuição do Seconci-SP.

O documento foi assinado em 7 de dezembro, na sede do Sintracon-SP. Participaram da solenidade de assinatura, pelo SindusCon-SP, os vice-presidentes Haruo Ishikawa e Roberto Falcão Bauer, e pelo Sintracon-SP, o presidente e deputado estadual Antonio de Sousa Ramalho. Ishikawa e Bauer, respectivamente, também vice-presidente e conselheiro do
Seconci-SP, estiveram acompanhados por representantes desta entidade.

Os trabalhadores que participarem da primeira etapa do Programa serão beneficiados com palestra de orientação destinada à “superação, crescimento pessoal e profissional em tempos de crise”. Na segunda etapa, passarão por treinamentos visando à ampliação de sua capacitação profissional. O Seconci-SP deverá contribuir com a iniciativa por meio de ações de assistência social aos trabalhadores participantes e seus familiares. Nos 12 meses encerrados em outubro, a construção civil brasileira havia fechado cerca de 508 mil postos de trabalho.