1/20/2016 13h9
Desinformação e pressa são os vilões da higiene bucal, alerta o Seconci-SP
E-mail
Cerca de 35 milhões de brasileiros nunca visitaram o dentista, de acordo com a última edição da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal, realizada pelo Ministério da Saúde em 2010. “Esse dado é preocupante, se pensarmos que 18% da população brasileira nunca recebeu orientações básicas sobre higiene bucal de um profissional”, alerta o gerente de Odontologia do Seconci-SP, Jefferson Podestá Brandão. Uma das principais doenças periodontais, e a mais importante, é a gengivite, uma vez que ela representa o estágio inicial de diversos outros problemas bucais. Trata-se de uma inflamação da gengiva causada pela placa – uma película viscosa e incolor de bactérias que se forma, de maneira constante, nos dentes e na gengiva. Se a placa não for removida, ela produz toxinas que irritam a mucosa da gengiva causando a gengivite. E se a doença não for tratada, ela pode evoluir para uma periodontite e causar danos permanentes aos dentes. “A boa notícia é que é possível reverter a inflamação com escovação e uso de fio dental diários. E, sobretudo, sem ter pressa, pois o ideal é gastar entre três e cinco minutos para escovar os dentes”, explica o gerente do Seconci-SP. A limpeza profissional também é extremamente importante, pois uma vez que a placa se acumula e endurece (ou torna-se tártaro), apenas o dentista pode removê-la. Sintomas da gengivite:
  • Gengiva vermelha, inchada e sensível, que pode sangrar durante a escovação
  • Recuo ou retração da gengiva, conferindo aos dentes uma aparência alongada
  • Algumas pessoas têm mau hálito frequente ou sentem gosto ruim na boca, mesmo se a doença não estiver em estágio avançado
Recomenda-se trocar a escova de dentes de três em três meses, observando-se sempre as condições das cerdas. “O ideal é escolher uma escova de cabeça angular, pequena ou média (dependendo do tamanho da boca), com cerdas arredondadas e, de preferência, de um fabricante de qualidade”, sugere o cirurgião dentista. Cartilha “Sorria” Uma das medidas adotadas pelo Seconci-SP é a distribuição da cartilha “Sorria” para todos os trabalhadores da construção civil e familiares, que passam pelos consultórios das 13 unidades da entidade presentes no Estado de São Paulo e também em ações promovidas em canteiros de obras. A cartilha pode ser conferida no link: http://bit.ly/1QtHjzl Serviço Empresas da construção, contribuintes ou não ao Seconci-SP, que desejam fazer um diagnóstico da saúde bucal dos seus colaboradores podem contratar o serviço das unidades móveis odontológicas da entidade. O contato deve ser feito com o setor de Relações Empresariais do Seconci-SP (11 3664-5844 / relacoesempresariais@seconci-sp.org.br).