3/22/2020 0h0
Empresas e trabalhadores
E-mail

Empresas e trabalhadores unem-se

Seconci-SP,  SindusCon-SP e Sintracon-SP criaram em 17 de março um fórum permanente de consultas mútuas e orientação para enfrentar conjuntamente a pandemia provocada pelo coronavírus. O fórum está sendo coordenado pelo presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa.

Como resultado desta articulação, SindusCon-SP e Sintracon-SP firmaram em 20 de março um aditivo à Convenção Coletiva do setor, para autorizar as empresas da categoria a adotarem uma série de medidas trabalhistas visando à preservação da saúde nos canteiros de obras. As medidas abrangem os trabalhadores do setor em São Paulo e mais dez municípios, com validade pelo menos até 30 de junho.

O aditivo regula itens como flexibilização da jornada de trabalho, concessão de férias individuais ou coletivas, suspensão ou paralisação das atividades mediante licença remunerada ou redução salarial de até 25% com garantia de estabilidade no emprego.

Pelo aditivo, empresas contratantes principais estão obrigadas a implementar imediatamente as medidas de prevenção que visem reduzir o risco de contaminação entre os trabalhadores dentro do canteiro.

O acordo também instituiu um Comitê de Crise com a participação do Seconci-SP, que manterá a discussão em torno do coronavírus e seus impactos no setor.?