11/8/2016 0h0
Evite a conjuntivite
E-mail

Seconci-SP ensina como evitar conjuntivite

Se não for prevenida e tratada, a conjuntivite pode provocar uma epidemia e afastar muitas pessoas do trabalho. Esse é um alerta do oftalmologista do Seconci-SP, Edgard Macedo, que explica como identificar a doença e alguns cuidados simples para evitar a sua ocorrência.

Segundo o especialista, a conjuntivite é uma inflamação na membrana que reveste a parte frontal dos olhos. “No geral, dura em média de 7 a 10 dias e é caracterizada por dor, coceira, vermelhidão e secreção nos olhos. Os tipos mais comuns são viral, bacteriano e alérgico”, esclarece o dr. Edgard. 

Há, ainda, um quarto tipo da inflamação, menos comum: o traumático. “Ele é causado fatores externos – acidentes, produtos químicos – e tratado de forma específica de acordo com o diagnóstico”, discorre. Segundo o médico, o viral é o mais agressivo e de fácil propagação. 

“Além dos locais arejados, é importante manter uma boa higiene pessoal, lavar as mãos com frequência, não reutilizar lenços de papel e evitar a automedicação”, recomenda. “Em caso de suspeita, procure sempre por um especialista”, preconiza Macedo.