7/4/2017 0h0
Intestino Irritável
E-mail

Ao enfrentar problemas no intestino, como constipação intestinal ou diarreia, muitas pessoas associam o evento à ingestão esporádica de algum alimento ou líquido. Contudo, o que muitas delas não sabem é que esses sintomas podem estar ocorrendo em virtude da Síndrome do Intestino Irritável. Especialistas estimam que de 10 a 20% da população ocidental sofra com a doença. 
    O gastroenterologista do Seconci-SP, Moacir Augusto Dias, explica que a síndrome se manifesta por meio de dor ou desconforto abdominal e alteração do hábito intestinal, com constipação, diarreia ou alternância entre uma e outra. “O que difere o intestino com funcionamento irregular daquele com a síndrome é o período durante o qual os sintomas perduram. Se o problema persistir por três meses, é muito provável que o indivíduo esteja sofrendo com a doença”, comenta o médico.
    O diagnóstico, segundo o especialista, é realizado a partir da observação dos sintomas e da realização de exames laboratoriais para a exclusão de outras doenças. Já o tratamento, geralmente, é feito por meio da administração de medicamento e acompanhamento psicológico. 
    “É muito importante que o trabalhador procure ajuda médica caso apresente constipação ou diarreia persistente por mais de dois meses. Isso porque estes sintomas poderão acarretar problemas mais sérios, como a desnutrição pela dificuldade de o organismo absorver os nutrientes dos alimentos, no caso da diarreia, o desenvolvimento de hemorroidas e fissuras no reto, nas situações de dificuldade para a evacuação, e outros”, conclui.