12/18/2018 0h0
Investimento para 2019
E-mail

Seconci-SP anuncia investimento de R$ 5 milhões para 2019    
    Com investimentos de cerca de R$ 1 milhão em 2018 para a aquisição de novos aparelhos, modernização de mobiliários médicos e odontológicos visando o tratamento dos funcionários da construção civil, o Seconci-SP (Serviço Social da Construção) deve fechar o ano com 13,489 milhões de atendimentos em saúde, odontologia e serviço social no Estado de São Paulo. Deste total, 11,980 milhões foram realizados nas unidades administradas pela entidade na rede pública e 1,508 milhão nas unidades próprias.
    Os números foram anunciados pelo presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa, durante encontro com a imprensa em 12 de dezembro. O volume de atendimentos nas unidades próprias em 2018 foi em média 20% menor, se comparado a igual período do ano anterior. “Esta retração deveu-se principalmente à redução do número de empregados na construção civil, provocada pela crise econômica”, analisou Ishikawa.

Novos equipamentos
    Entre os investimentos em equipamentos médicos da rede própria, está a modernização da área de fisioterapia. A entidade adquiriu a mesa de tração computadorizada, de fabricação norte-americana, que já está em operação e se destina ao tratamento de paciente com patologia em coluna e regiões cervical e lombar.
    Já na área de odontologia, o destaque foi a aquisição do sensor odontológico que possibilita a realização de todo o processo de raio-x de forma digital, permitindo um exame mais rápido e fornecendo imagens com mais qualidade.
    Visando economizar nos deslocamentos, a entidade aportou também R$ 340 mil na renovação de parte da frota de veículos. Além disso, aplicou cerca de R$ 200 mil em obras de infraestrutura predial, e outros R$ 160 mil em tecnologia para soluções envolvendo hardware, software, banco de dados e redes.
    Na área de administração pública, o destaque foi para as duas novas unidades que passaram a ser administradas pela entidade: o Conjunto Hospitalar de Sorocaba (CHS) e o AME São Vicente. Com as unidades, o quadro de colaboradores contratados do Seconci-SP deve fechar o ano com 13 mil pessoas, crescimento de cerca de 8% na comparação com 2017.

Investimentos futuros
    Para 2019, a entidade projeta investimentos de cerca de R$ 5 milhões. Deste valor, R$ 3,5 milhões serão destinados à construção de nova unidade regional e a reformas e adequações prediais nas unidades já existentes. Para a aquisições de aparelhos, mobiliários médicos e odontológicos, estão previstos R$ 900 mil.
    “Acreditamos que o momento de retração vivido pelo mercado de construção civil nos últimos anos será revertido e o setor deve voltar a crescer. Com isso, postos de trabalho que foram fechados neste período devem ser retomados”, comentou o presidente do Seconci-SP.
    “O mais importante é que zelamos por um atendimento humanizado nas nossas 13 unidades de saúde próprias, nas 64 unidades da rede pública que administramos e nos mais de 20 serviços públicos de saúde de que participamos”, destacou Ishikawa.