8/25/2020 0h0
Ishikawa - não é o momento de relaxar
E-mail

A redução dos números de trabalhadores da construção civil afastados por suspeita ou confirmação de Covid-19 no Estado de São Paulo não muda a orientação do Seconci-SP. “Vamos reforçar o protocolo sanitário nos canteiros de obras, orientando trabalhadores e empresários a não baixarem a guarda na prevenção à doença”, afirmou o presidente da entidade, em entrevista à Rádio Cruzeiro FM de Sorocaba, em 18 de agosto.
    De acordo com Ishikawa, a orientação continua sendo colocar a saúde do trabalhador em primeiro lugar, além da manutenção do emprego. “Trabalhador com segurança e saúde é o maior investimento das empresas”, destacou.
    Em sua avaliação, após a pandemia deverão se manter os cuidados adotados nos canteiros, como o maior número de lavatórios e a higienização das ferramentas e dos Equipamentos de Proteção Individual.
    “O Seconci-SP foi a primeira entidade que orientou sobre a importância do uso correto das máscaras, a exemplo do que se faz nos países asiáticos. Acredito que, quando passar a Covid-19, trabalhador que ficar resfriado irá ao canteiro de máscara. E continuaremos dando orientações, como fazemos há 56 anos.”

Clique aqui e ouça a entrevista completa.