8/12/2014 15h48
Pesquisa mostra o avanço da obesidade entre os trabalhadores da construção civil
E-mail
O Seconci-SP alerta as construtoras para a necessidade de uma alimentação balanceada servida em canteiros de obras, com base em uma pesquisa inédita sobre avaliação nutricional feita com estes trabalhadores, cujos dados foram consolidados pelo Instituto de Ensino e Pesquisa Armênio Crestana (Iepac | Seconci-SP). A pesquisa realizada pela entidade com 263 trabalhadores em um canteiro de obras localizado na cidade de Ribeirão Preto (SP) mostrou que 37,6% estão com sobrepeso e 20,2% são obesos. Além disso, quanto maior a idade, maior a proporção de pessoas com sobrepeso. Uma parcela de 23,9% dos trabalhadores entre 18 e 29 anos apresentavam sobrepeso, enquanto nas pessoas com idade entre 50 e 59 anos esse índice sobe para 47,1%. Já para o grupo considerado obeso, a maior proporção ficou entre os trabalhadores entre 30 e 39 anos, com 30% da classificação. A nutricionista clínica do Seconci-SP, Paula Simões Garcia, ressalta que hoje observamos um avanço do sobrepeso nestes trabalhadores, diferentemente do cenário de anos anteriores, quando a principal questão observada era a subnutrição, pois muitos haviam chegado recentemente do Nordeste. “É necessário que este trabalhador tenha uma alimentação adequada, que reflita um equilíbrio entre o consumo de nutrientes e o gasto energético do corpo. Caso contrário, o trabalhador poderá apresentar menos produtividade e perda de peso”, explica. Ela orienta que, “quando contratarem empresas que forneçam refeições nas obras, é fundamental que as construtoras verifiquem se a contratada possui um cardápio elaborado por nutricionista, para garantir que as refeições servidas sejam balanceadas”. Alimentação sem colesterol O colesterol desempenha funções importantes no organismo. Porém, quando atinge altos níveis no sangue, torna-se perigoso e contribui para o avanço de doenças cardiovasculares. Para ajudar a evitar o acúmulo de gordura nas paredes das artérias, a nutricionista dá algumas dicas de alimentação que ajudam a controlar o colesterol:
  • Consuma diariamente frutas, verduras e legumes nas refeições
  • Inclua na alimentação os cereais integrais, grãos e sementes
  • Dê preferencia às carnes magras, frango sem pele, peixe e ovos cozidos
  • Evite frituras e controle a quantidade de óleo no preparo dos alimentos
  • Evite os embutidos (mortadela, salsicha e linguiça), leite de coco e óleo de dendê
  • Dê preferência ao leite e iogurtes desnatados, queijo branco, ricota ou cottage
  • Evite produtos industrializados como biscoito recheado, sorvete de massa e doces concentrados
  • Mantenha seu peso dentro dos limites da normalidade
  • Pratique atividade física regularmente
Vale destacar que a dieta deve ser individualizada pelo nutricionista para estabelecer critérios e metas reais compatíveis com o estilo de vida e o gasto calórico do paciente. Por isso, o ideal é sempre consultar um médico ou nutricionista.