3/20/2019 0h0
Seconci-SP comemora 55 anos dedicados à responsabilidade social
E-mail

Seconci-SP comemora 55 anos dedicados à responsabilidade social

HARUO ISHIKAWA*

É com muita emoção que o Seconci-SP (Serviço Social da Construção) está comemorando seus 55 anos de existência, completados no último dia 20 de março.

Orgulhamo-nos das ações desta entidade pioneira, sempre voltada à responsabilidade social com as empresas da construção civil, seus 640 mil trabalhadores e familiares, e que inspirou a criação dos demais Seconcis em todo o Brasil.

O que nos motiva a seguir adiante é o diferencial de atendimento humanizado aos pacientes, proporcionado nas unidades próprias e nos hospitais e ambulatórios médicos da rede pública de saúde que administramos. Quando nós do Conselho Deliberativo, todos dirigentes voluntários, visitamos as unidades, nos orgulhamos da satisfação demonstrada pelos pacientes com relação ao nosso atendimento.

Este atendimento é proporcionado pelos mais de 13 mil colaboradores do Seconci-SP, entre os quais 3.200 médicos e dentistas. No ano passado, realizamos 13,489 milhões de atendimentos em saúde, odontologia e serviço social no Estado de São Paulo. Deste total, 11,980 milhões aconteceram nas unidades administradas pela entidade na rede pública e 1,508 milhão nas nossas unidades próprias.

Este último volume de atendimentos em 2018 foi em média 20% menor, se comparado a igual período do ano anterior. A retração deveu-se principalmente à redução do número de trabalhadores na construção civil, provocada pela crise econômica.

Ao mesmo tempo, o número de atendimentos efetuados nas unidades da rede pública de saúde que administramos vem aumentando a cada ano. Em função da crise econômica, muita gente deixou os planos de saúde e passou a demandar a rede pública.

Também nos orgulhamos de nossos hospitais e ambulatórios médicos, certificados com grau de Excelência pela Organização Nacional de Acreditação, e de outras acreditações e reconhecimentos obtidos. Tais hospitais figuram entre os dez melhores da rede pública do país.

Neste ano, estamos investindo cerca de R$ 5 milhões, dos quais R$ 3,5 milhões serão destinados à construção de nova unidade regional e reformas e adequações prediais nas unidades já existentes. Para aquisições de aparelhos, mobiliários médicos e odontológicos, estão previstos R$ 900 mil.

Acreditamos que o momento de retração vivido pelo mercado de construção civil nos últimos anos será revertido e o setor deve voltar a crescer. Com isso, postos de trabalho que foram fechados devem ser retomados, o que aumentará a demanda de nossas 13 unidades próprias na capital, litoral e interior paulista.

Nestas unidades disponibilizamos atendimentos médicos em 21 especialidades e odontológicos, além de exames laboratoriais – de imagem e de métodos gráficos – e atendimentos de equipes de apoio (fonoaudiologia, nutrição, serviço social, enfermagem e fisioterapia).

No serviço público, atuamos desde 1998 como Organização Social de Saúde (OSS), parceira do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de São Paulo na gestão das unidades públicas de saúde. Administramos 64 unidades destas redes e participamos em mais de 20 serviços de saúde do Município. Oferecemos ainda assessoria em medicina ocupacional e segurança do trabalho para contribuir com a adequação das empresas às leis trabalhistas.

Contamos também com o Instituto de Estudos e Pesquisas Armênio Crestana (Iepac), que desenvolve trabalhos relevantes como o estudo para a inserção segurança de pessoas com deficiência na construção civil e a pesquisa sobre os motivos de afastamento médico dos trabalhadores.

Estamos à disposição de todas as entidades e empresas associadas à CBIC para compartilhar nossa experiência, disseminando o atendimento humanizado e os cuidados com a saúde e a segurança ocupacional por todo o país.

*Presidente do Seconci-SP, vice-presidente de Relações Capital-Trabalho do SindusCon-SP e líder de Saúde e Segurança do Trabalho da CBIC.