11/25/2015 12h37
Seconci-SP incentiva responsabilidade social na crise
E-mail
O II Ciclo do Seminário de Gestão Empresarial Estratégica e Responsabilidade Social, promovido pelo Fórum de Ação Social e Cidadania (FASC) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Sesi-DN e apoio da Associação Seconci-Brasil, reuniu no SindusCon-SP em 23 de novembro, mais de 40 pessoas, entre empresários e gestores. Na abertura, o vice-presidente do Seconci-SP, Haruo Ishikawa, enfatizou que “mesmo diante da grave crise econômica, as empresas não podem esmorecer” e destacou “a iniciativa louvável de algumas empresas que, mesmo diante desse cenário adverso, continuam investindo em responsabilidade social”. O conselheiro do Seconci-SP, Roberto José Falcão Bauer, lembrou a importância de se ter um tutor, “uma pessoa ou instituição, que sirva de exemplo para os demais e aponte as melhores práticas, incentivando-os a mudar”. A presidente do FASC, Ana Claudia Pontes Gomes, acrescentou que “esse tem sido o papel do Fórum, que serve de catalizador dessas iniciativas de promoção social”. O consultor João Paulo Vergueiro apresentou o novo conceito de responsabilidade social corporativa, definido pelo Instituto Ethos, em 2014, que estabelece que essa deve ser “a razão de existir das empresas e sua busca por manter uma atividade econômica sustentável, garantindo o impacto social e ambiental”. No âmbito da construção, Vergueiro afirmou que a principal iniciativa foi a fundação do Seconci-SP, em 1964, e a disseminação desse modelo para outras regiões do Brasil, que hoje somam 29 unidades. O Seminário trouxe exemplos bem-sucedidos de empresas que adotam ações de responsabilidade social. Débora Costa Galvão apresentou os trabalhos desenvolvidos pelo Instituto Cyrela, criado em 2011 e que tem como foco a educação básica e profissionalizante. O programa atinge os oitos Estados, onde a Cyrela atua e é mantido com 1% do lucro líquido da empresa. Fábio Martins de Campos, diretor operacional da Prata Empreendimentos Imobiliários, com sede em Salto (SP), falou sobre o Projeto Sócio Ambiental, realizado com o apoio da Secretaria do Meio Ambiente daquele município, que envolve o plantio de árvores em áreas de preservação permanente.