7/1/2014 0h0
Seconci-SP monitora e avalia os indicadores de desempenho das suas áreas de atendimento
E-mail

Desde 2010, o Sistema de Gestão da Qualidade do Seconci-SP é certificado pela ISO 9001:2008 e um dos pilares desse processo é o monitoramento e a avaliação periódica dos indicadores de desempenho das suas áreas de trabalho, em especial as de atendimento, como uma forma de melhoria contínua da prestação de seus serviços.

Em reuniões promovidas no mês de junho e início de julho, todos os gestores apresentaram os indicadores de suas respectivas áreas relativos ao período de janeiro a abril. As metas foram atingidas e, a pedido do superintendente ambulatorial e representante da Direção para o Sistema de Gestão da Qualidade, Dr. João Felício Miziara Filho, algumas serão revistas, visando estimular modificações nos processos, sempre com vistas à satisfação do cliente.

Um exemplo foram os indicadores apresentados pela gerente da área de Medicina Ocupacional, Dra. Xiomara Salvetti. Eles se referem ao prazo de entrega dos relatórios do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO), cujo tempo é de 15 dias úteis a partir do recebimento das informações necessárias para sua elaboração.

Nos quatro primeiros meses do ano, a meta de 100% foi atingida plenamente, a nova meta agora é passar o prazo para 15 dias corridos.

Apresentações - Além da Dra. Xiomara Salvetti, também apresentaram os indicadores, os seguintes gestores: Fátima Luz, gerente do Departamento de Atendimento ao Cliente; Gisele Batistini, gerente de Enfermagem; José Bassili, coordenador da área de Engenharia de Segurança do Trabalho; Adriana Granado, coordenadora do Laboratório de Análises Clínicas; Dra. Eliete da Silva Lucio, coordenadora da Medicina Ambulatorial; Dr. Jefferson Podestá Brandão, gerente da Odontologia; Samuel Nogueira, supervisor do Serviço de Atendimento Médico e Estatística (SAME); Juliana da Silva Santos, líder de Atendimento do Serviço de Agendamento de Consultas e Exames (SACE); Simone Battaglioti Costa, supervisora da Seção de Faturamento SUS e Estatística; Loraine de Barros Cortez, supervisora do Serviço de Apoio Diagnóstico, e Angela Nogueira Braga da Silva, coordenadora do setor de Serviço Social.