10/8/2015 18h25
Seconci-SP oferece serviço de acupuntura
E-mail
Dores nas costas e nas articulações, além de inflamações nos ombros e nas juntas, são responsáveis por 37,1% dos afastamentos dos trabalhadores da construção civil, conforme pesquisa realizada pelo Seconci-SP (Serviço Social da Construção). Com o objetivo de contribuir para melhorar a qualidade de vida dos profissionais do setor e de seus familiares, a entidade oferece acupuntura como um tratamento alternativo para dores musculares. O serviço foi criado quando o Seconci-SP constatou que, em alguns casos, somente os tratamentos tradicionais para dor não eram suficientes. Diante desse cenário, a entidade passou a oferecer o trabalho multidisciplinar entre fisioterapia, reumatologia e acupuntura. “Buscamos uma visão holística para cuidar dos pacientes de forma completa. Toda a estrutura física e médica de que o Seconci-SP dispõe, possibilita um atendimento 360 graus”, explica Edna Souza Silva, reumatologista e acupunturista. A técnica milenar, criada pelos chineses, propicia um estímulo no corpo por meio do uso de agulhas aplicadas em lugares específicos, de acordo com a necessidade apresentada pelo paciente. O procedimento libera substâncias responsáveis pela sensação de relaxamento, equilibrando o funcionamento do corpo. A acupuntura ainda ajuda no aumento da circulação, diminuindo sensações incômodas como dor, inflamação, tensão muscular e inchaço. Segundo a médica, dentre as principais queixas de dores estão: lombar, cervical, além das relativas à artrose e hérnia. “A construção civil melhorou muito o processo de trabalho nos últimos anos, mas os hábitos do dia a dia como dormir mal e realizar movimentos de forma incorreta podem potencializar focos de dor”, explica. Principais cuidados Dra. Edna alerta para alguns cuidados cotidianos que podem ajudar a diminuir as dores musculares:
  • Fazer atividades físicas – O ideal é procurar a ajuda de um profissional que indicará qual será o melhor exercício e como executá-lo da maneira apropriada.
 
  • Dormir de maneira correta – A posição recomendada é deitar-se de lado, com a coluna ereta e utilizar um travesseiro entre os joelhos dobrados. Ao se levantar, deve-se virar de lado e criar um impulso com o apoio do braço.
 
  • Cultivar hábitos corretos – Manter a coluna ereta, executar movimentos com o mínimo de esforço, evitar a sobrecarga de peso, alimentar-se corretamente, emagrecer caso esteja acima do peso ideal e fazer alongamentos durante o dia são algumas das dicas para evitar a dor.
A reumatologista também aponta para a importância do autoconhecimento. “Observar-se no cotidiano e se autoeducar para manter estes hábitos é fundamental tanto para prevenir quanto para combater lesões e dores. Notamos que muitos pacientes, principalmente, os trabalhadores da construção, demoram para procurar ajuda médica, recorrendo ao uso de medicação. Se o problema for frequente, deve-se sempre procurar um especialista para o tratamento adequado”, enfatiza a médica.