6/6/2014 18h39
Segurança e saúde do trabalho terá Fórum Internacional em 11 e 12 de novembro
E-mail
Com o objetivo de debater as principais questões relacionadas à gestão em saúde e segurança do trabalho na construção, o SindusCon-SP, em parceria com o Seconci-SP, realizará em 11 e 12 de novembro o Fórum Internacional de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) na Construção. O fórum foi lançado em 3 de junho pelo vice-presidente do Seconci-SP e SindusCon-SP, Haruo Ishikawa, e pelo conselheiro das duas entidades, Roberto José Falcão Bauer. O evento contou com a participação da advogada Juliana Felicidade Armede, coordenadora da Comissão Estadual para a Erradicação do Trabalho Escravo (Coetrae-SP), e do gerente de projetos da Abrainc (reúne 25 grandes incorporadoras), Fabio Barbagallo. Ishikawa destacou a necessidade de se realizar o fórum para “empresários, engenheiros civis, encarregados e mestres de obras se envolverem com as questões atuais da segurança e saúde do trabalho, porque não basta criar políticas, é preciso instituir uma cultura nos escalões mais elevados da empresa em favor da melhora da saúde, da segurança e da qualidade de vida dos trabalhadores”. Para Falcão Bauer, a divulgação de boas práticas em saúde e segurança do trabalho é relevante para a criação de novos hábitos. “A importância do fórum está em disseminar essas práticas, buscando uma maior integração entre a gestão financeira e a operacional das empresas, e evitando gastos desnecessários por falta de cuidados prevencionistas”. O evento – Segundo Juarez Correia Barros Junior, do Instituto Trabalho e Vida (que está organizando o evento), o fórum terá dois eixos temáticos: gestão em saúde, meio ambiente e segurança do trabalho (SMS), e a saúde e a qualidade de vida na indústria da construção civil. No dia 11, o evento se realizará no SindusCon-SP. De manhã, haverá cursos sobre formação profissional e avanços tecnológicos. À tarde, haverá salas de debates técnicos sobre: aplicação da NR 33 (trabalho em espaços confinados) em canteiros de obras; instalações elétricas provisórias na obra; gestão de SST; gestão de trabalho com máquinas e equipamentos; gestão de saúde ocupacional e de qualidade de vida, e trabalho em altura. No dia 12, o fórum se realizará no Teatro do Complexo Ohtake Cultural, com palestrantes nacionais e internacionais em quatro painéis de debates: gestão e planejamento integrado em SMS, mostrando os avanços da nova NR 18 que deverá ficar pronta no segundo semestre; perspectivas e desafios para inovar com industrialização na construção (confirmado o palestrante norte-americano Dwayne D. Carter, que trabalhou na edificação do World Trade Center em Nova York); estratégias para prevenção e gestão de crises (onde entrará a questão do trabalho escravo), e qualidade de vida e saúde nos canteiros de obras. Prêmio Seconci-SP – Ao final do fórum, será entregue o Prêmio Seconci-SP de Saúde e Segurança do Trabalho, que neste ano terá sua terceira edição. No evento de lançamento, os detalhes da premiação foram apresentados pela doutora Norma Araújo, coordenadora do Instituto Armênio Crestana do Seconci-SP. Para saber mais sobre o sobre o prêmio, clique aqui. O Seconci-SP também esteve representado no evento pelo coordenador de Comunicação, Nabil Cury, e pela gerente de Comunicação, Fátima Cardoso.