HGIS monitora recém-nascidos para prevenir danos cerebrais

O Hospital Geral de Itapecerica da Serra (HGIS), administrado pelo Seconci-SP, implementou uma alta tecnologia de monitoramento contínuo dos recém-nascidos, para a prevenção de danos cerebrais.

O treinamento e a implementação do procedimento são fruto de parceria com a empresa Protegendo Cérebros, Salvando Futuros (PBSF) e o Banco de Leite Lactare, e inclui o Hospital Regional de Cotia (HRC), também administrado pelo Seconci-SP.

A dra. Luzia Elisa de Freitas, neonatalogista do HGIS, destaca a importância desta prática em bebês que apresentem algum componente neurológico que requeira esse acompanhamento.

“Trata-se de uma tecnologia inovadora idealizada por brasileiros, que está invadindo o mundo. Teremos um salto de qualidade e a diminuição do risco para esses recém nascidos”, destaca o dr. Daniel Egydio Caldevilla, neonatalogista do hospital.

De acordo com a dra. Rafael Pietrobom, diretora médica do PBSF, o monitoramento destina-se aos pequenos pacientes prematuros ou que apresentem asfixia perinatal, entre outros casos. “É uma forma de se avaliar como está a função cerebral, porque muitas vezes eles têm risco de convulsão neonatal, permitindo diagnóstico precoce e tratamento adequado”, explica.

Assista ao vídeo:

Compartilhe

Relacionados